Umav Ozatroz

rimando, aspirando, transformando

Correnteza

Ecoava por toda a floresta
Desde a foz até as cachoeiras
Riscava como veia aberta
Trazendo vida por suas beiras

Doce sussurrar sempre correndo
Por vias largas ou estreitas
Levava vida e alimento
Trazia sonhos para colheita

Um dia lhe represaram a foz
O rio secou e o bosque mudou
A vida seguiu seu curso atroz

Mas quem liga pra ecologia?
Um lenhador e sua esposa
Agora tinham casa quentinha

Anúncios

2 Respostas para “Correnteza

  1. sua morena 23/09/2011 às 18:08

    Oi amor da minha vida…
    Nosso ninho bem quentinho…
    Para agasalhar nosso amor
    Com muito carinho…
    Te amo..

Recite também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: