Umav Ozatroz

rimando, aspirando, transformando

Fim

Eu gostaria de acreditar que um dia tudo fará sentido e que Deus surgirá e se mostrará tão incompreensivelmente belo que a mera prostração em sua admiração por toda a eternidade será o literal nirvana poético.

Mas eis a realidade em prosa: não passamos de macacos fedorentos, assustados e covardes, passando o tempo entre a correria pelo direito a vivenciar uma existência absurda e estatisticamente improvável a jogar merda uns nos outros.

E assim se dará o fim da espécie humana: não através da explosão de nosso sol, impacto com meteoro, exterminados por aliens, ou julgados por uma divindade imaginária mas sim afogados na própria merda.

Que reinem as baratas!

Postado do WordPress para Android

Anúncios

Recite também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: