Umav Ozatroz

rimando, aspirando, transformando

Conto de Fadas

Era uma vez uma triste donzela
vítima de uma terrível maldição:
todos que se apaixonavam por ela
logo sumiam, envoltos num clarão.

Temeu por suas vidas e se refugiou:
antes a solidão que matar um amor.
Buscou a mais alta torre e lá ficou,
pranteando para a lua toda sua dor.

Então ouviu correntes e um gemido
de pobre alma que vagava há tempos
por corredores e salões, perdido.

E assim se encontraram: em lamento.
Instantâneo foi o clarão do cupido,
de fantasma cavaleiro fazendo.

 

Postado do WordPress para Android

Anúncios

Uma resposta para “Conto de Fadas

  1. Claudia 22/10/2011 às 21:39

    Um conto de fadas
    que a tudo tinha direito,
    Um amor que parecia perfeito.
    Mas havia na história,
    Um grande vilão invejoso,
    e soltando seu veneno,
    Conseguiu atingir o belo moço.
    E sem um final feliz
    o conto de fadas acabou….
    A donzela volta pra torre
    E o cavaleiro a compor sua dor.

    (A donzela decide então nunca mais descer da torre,com medo dos vilões e das bruxas que vivem à solta,mas esse amor,ela guardará pra sempre….)

Recite também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: