Umav Ozatroz

rimando, aspirando, transformando

Faxina

Meu coração parecia um mausoléu
Repleto de teias, de pó e velharia
Jogado às traças um dia olhei pro céu
E junto às estrelas achei minha alegria

Agora a vida nos cruzou os caminhos
E me apresso a lustrar e dar polimento
Pelo piso e aos mais difíceis cantinhos
Da velha casa abandonada há tempos

Minha morena merece um castelo
Mas comigo só tenho farelo
Sou por ofício pobre padeiro

Assim do farelo fiz argamassa
Para o castelo de bolo em massa
Minha mansão agora é recheio

 

Inspirado por lindo poema

Anúncios

2 Respostas para “Faxina

  1. Claudia Santos 18/09/2011 às 19:54

    Meu padeiro,meu amado,
    Meu coração está preparado
    Adornado com flores e perfumado,
    Ele é seu ninho…
    Aninhe-se em mim….só isso basta…
    Nada mais…
    Te amo

Recite também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: