Umav Ozatroz

rimando, aspirando, transformando

Oferendas em Ofensas

Às pessoas que se sentem ofendidas
  Com as poesias que lhes oferto
  Peço gentil saírem de perto
Antes de terem as orelhas fodidas.

Uma voz atroz me domina
  Saída de mim em pigarro
  De peito cheio de catarro
E de fúria, raiva e sina.
E de tantos anos culmina
  Nessa catarse de sarro
  Infindo jorro deste jarro
Beleza cruel que fascina.

A arte cura à todas as feridas
  Sofrer às vezes é o mais certo
  E assim lhes deixo em aberto
Oferendas em ofensas escondidas.

Postado do WordPress para Android

Anúncios

Recite também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: